IMG 20220307 134637 136

Como parte das comemorações dos 10 anos de criação do Programa de Pós-Graduação em Imunologia e Inflamação (PG-II), e também do seu processo de auto-avaliação, estamos organizando um encontro do PPG-II no dia 06 de maio de 2022. Portanto - Save the date! A ideia é que a gente faça um “get together” neste dia que terá algumas apresentações e reflexões sobre o PPG-II em grupos de trabalho (com a participação de alunos, profs, egressos, convidados etc).

Em breve divulgaremos a programação final.

Local: AUDITÓRIO DA COPPE (CT2) - Perto da ponte do Saber.

09 03 informe foto tratadaDisfunções microcirculatórias e alterações na coagulação fazem parte do complexo quadro de doença sistêmica causada pelas infecções pelos vírus da dengue (DENV) e pelo SARSCoV-2, causador da COVID-19. Na dengue, essas alterações estão associadas a vasodilatação, aumento da permeabilidade vascular, e hipotensão, enquanto na COVID-19 os distúrbios vasculares, associados a hiperinflamação, culminam em manifestações tromboinflamatórios e disfunção respiratória. A via de contato da coagulação ou sistema calicreína-cinina (KKS) é um sistema endógeno composto por um conjunto de serino proteases envolvidas na regulação da coagulação e da pressão sanguínea, além de processos inflamatórios, o que nos motivou a investigar o papel do KKS na patogênese de ambas as infecções. Demonstramos nesse trabalho que plasmas de pacientes infectados com DEV (n=70) apresentavam o KKS ativado, independentemente da gravidade dos sintomas clínicos ou da fase clínica da infecção. Empregando um modelo de infecção endotelial in vitro demonstramos que a bradicinina -BK (produto da via ativada), ativando seu receptor B2R em HBMECs previamente infectadas reduziu os níveis intracelulares de óxido nítrico (NO) e retardou a apoptose, sugerindo que a inibição da indução de NO por DENV após adição de BK resgatava as células do processo apoptótico, contribuindo para maior replicação viral. Em busca de prova de conceito em modelo animal de dengue, desafiamos camundongos BALB/c adultos inoculando DENV pela via intracerebral. Nesse modelo, observamos que a inoculação do antagonista do B2R icatibant no momento da infecção diminuiu a carga viral nos tecidos cerebrais dos animais. Iniciando uma avaliação mecanística das vias envolvidas na ativação do KKS pelo DENV, demonstramos que HBMECs infectadas com DENV ou incubadas com meio condicionado de uma linhagem de mastócitos humanos (HMC-1) préativados pelo vírus induziram clivagem de cininogênio (HK) in vitro. Em resumo, nosso primeiro conjunto de dados sugere que a infecção de células endoteliais e mastócitos com DENV pode contribuir para ativação do KKS seguido do aumento de BK, que por sua vez modula produção de NO, apoptose do endotélio e replicação viral, eventos possivelmente implicados na patologia microvascular na dengue. Enfrentando o desafio de contribuir para o entendimento da patogênese da COVID-19, avaliamos o status do KKS em amostras de soro de pacientes infectados com SARS-CoV-2. Tal como observado nos pacientes com dengue demonstramos que pacientes com COVID-19 apresentaram intenso consumo de fatores do KKS. Visando estudar futuramente o papel do KKS nas disfunções microvasculares na COVID-19, avaliamos a susceptibilidade, permissividade e ativação de HBMECs pelo SARS-CoV-2. Demonstramos nesses ensaios in vitro que HBMECs não são produtivamente infectadas. Não obstante isso, observamos robusta ativação celular, revelado pelo aumento da expressão dos transcritos de citocinas (IL-6, IFN-β, ISG15, IL-8) e quimiocinas pró-inflamatórias (CCL5 e CCL2), ACE-2 e dos receptores B1R e B2R. Em suma, nosso conjunto de dados sugerem que a ativação sistêmica do sistema de calicreínacinina durante a infecção pelo DENV e SARS-CoV-2 pode contribuir para a fisiopatologia das manifestações observadas na dengue e COVID-19 através da sinalização dos receptores de bradicinina em células endoteliais.

Palavras-chave: DENV, SARS-CoV-2, Calicreína-cinina, Bradicinina, HBMECs, Mastócitos

Acesse AQUI o resumo em PDF.

15 09 PosImuno Simposio noticia2O XV Simpósio de Oncobiologia já tem data marcada para acontecer. Em 2021 será realizado de 8 a 10 de novembro, em formato virtual. O evento anual, organizado pelo Programa de Oncobiologia, promove palestras de renomados especialistas do Brasil e do exterior, que se dedicam ao desenvolvimento de novos tratamentos e métodos diagnósticos do câncer.

Nesta edição, em que o Simpósio de Oncobiologia irá completar 15 anos de sua realização ininterrupta, o evento receberá inscrições de trabalhos em: 1) Bioinformática, 2) Biologia Celular, 3) Biologia Molecular, 4) Ensino e Divulgação Científica em Câncer, 5) Metabolismo e Glicobiologia, 6) Genômica, Proteômica e Metabolômica, 7) Sinalização Celular e 8) Terapia com Fármacos e com Produtos Naturais.

No evento de 2021, os trabalhos serão apresentados exclusivamente na forma de vídeos, que serão carregados previamente na plataforma virtual. A sessão de apresentações será completamente interativa, e será aberta 10 dias antes do início do evento para todos os participantes inscritos. Os melhores trabalhos apresentados serão escolhidos por avaliadores e receberão uma premiação ao final do evento.

Trabalhos selecionados serão apresentados na programação oficial, juntamente com palestras de especialistas do Reino Unido, Itália, Estados Unidos e Portugal que irão palestrar, ao vivo, no XV Simpósio de Oncobiologia online 2021.

Palestrantes confirmados:
● Dr. Andrew Sharrocks (Reino Unido) irá palestrar sobre o controle transcricional e vias de sinalização celular.
● Dr. Antonio Sica (Itália) é especialista em inflamação e câncer, sua palestra abordará o papel das células mielóides na progressão tumoral.
● Dra. Cliona Rooney (Estados Unidos) tem uma linha de pesquisa voltada para a imunoterapia.
● Dr. Daniel Brat (Estados Unidos) é especialista em biologia celular e genômica de tumores do sistema nervoso central.
● Dr. Fergus Cough (Estados Unidos) apresentará estudos sobre alterações genéticas versus o desenvolvimento do câncer.
● Dra. Paula Soares (Portugal) irá palestrar sobre biologia celular e molecular de tumores de tireóide.
● Dra. RITA FIOR, Champalimaud Foundation, Portugal, tem desenvolvido uma linha de pesquisa voltada para a utilização do zebrafish como modelo experimental para o estudo de diferentes aspectos da biologia tumoral.

Acesse AQUI para mais informações.

05 10 POSIMUNO Professora NotíciaTítulo: Science Diplomacy Seminars​

Palestrante: Dr. Amal Amin Ibrahin S. Nada, Egypt
Data: 07/10/2021
Horário: 13h (Brazil)/ 17h (UK)/ 16h(UTC)
Local: Transmissão online

Confira AQUI o link para a transmissão.

Resumo:The Graduate Program in Immunology and Inflammation, Universidade Federal do Rio de Janeiro, will be hosting a series of nine masterclasses on science diplomacy where national and international speakers will share their own experiences and discuss with the audience strategies and approaches for regional, national and global challenges. This is part of a Science Diplomacy discipline we are launching within our PhD programme It will also be available to the University of Nottingham (UK) and the UK-Indonesia Consortium for Interdisciplinary Sciences (UKICIS) research communities.

Dr. Amin is an associate professor at the National Research Center, Cairo, Egypt, where she was co-founder and president of the Egyptian Society for Advanced Materials and Nanotechnology. She was also  co-founder and committee member of the Global Young Academy (GYA), TWAS young affiliate and TWAS-AAAS science diplomacy alumni. She was the founding chair of the Women in Science Without Borders (WSWB) initiative and network, which has hosted World Forum for Women in Science Conferences  in different countries.

PIN: ‪320 616 892‬#

15 09 PosImuno microbiando noticiaNo episódio 5 da 4ª. Temporada vamos conversar sobre as diferenças entre a reposta imune contra o SARS- CoV-2 de indivíduos do sexo masculino e feminino, entre outras coisas.

Você pode ouvir os episódios do Microbiando através do Orelo, iTunes, Spotify, Google Podcast, TuneIn e outros aplicativos de podcasts, além do Portal de divulgação científica A Ciência Explica, acesse AQUI o link.

Vamos lá?! Aperte o play e aproveite.

Topo